Blog » Sensores de Visão » Princípios de Funcionamento de Sensores de Visão

PRINCÍPIOS DE FUNCIONAMENTO DE SENSORES DE VISÃO

Muito embora haja uma grande variedade de tipos de Sensores Industriais, os Sensores de Visão são, em geral, os mais sofisticados e completos deste tipo de tecnologia.

Isto se dá porque os Sensores de Visão Industriais são compostos por um tipo de sensor de imagem associado a um processador local. Este processador, por sua vez, é capaz de tomar decisões através de um algoritmo de Visão Computacional. Assim os princípios de funcionamento dos Sensores de Visão Industriais podem ser divididos nas seguintes etapas:

1. Captura de imagem

Feita pelo mesmo princípio de funcionamento das câmeras tradicionais, com o uso de um sensor de imagem, em geral do tipo CMOS.

2. Processamento da imagem

Feito por um Algoritmo de Visão Computacional que processa a imagem captada. Este processamento dá origem às tomadas de decisão de acordo com o que foi programado.

3. Comunicação com outros equipamentos industriais

Realizado por configuração em software, os protocolos de comunicação são muitas vezes configuráveis. Também é comum Sensores de Visão possuírem comunicação por I/O (digital) e comunicação em algum nível de protocolo industrial (por exemplo Modbus TCP/IP).

Como o Algoritmo de Visão Computacional é configurado por meio de programação direta (podendo ser via código aberto ou não), os Sensores de Visão possuem uma alta flexibilidade e possibilidade de personalização. Além disso, apesar de possuírem etapas bastante sofisticadas em relação aos sensores tradicionais, os Sensores de Visão ganham em capacidade de extração de dados e pelo alto grau de configuração.

Ficou com alguma dúvida? Você pode compreender melhor o tema lendo mais artigos na nossa Biblioteca de Artigos sobre Sensores de Visão.

CONTEÚDOS RELACIONADOS

PRODUTOS RELACIONADOS

Muito embora haja uma grande variedade de tipos de Sensores Industriais, os Sensores de Visão são, em geral, os mais sofisticados e completos deste tipo de tecnologia.

Isto se dá porque os Sensores de Visão Industriais são compostos por um tipo de sensor de imagem associado a um processador local. Este processador, por sua vez, é capaz de tomar decisões através de um algoritmo de Visão Computacional. Assim os princípios de funcionamento dos Sensores de Visão Industriais podem ser divididos nas seguintes etapas:

1. Captura de imagem

Feita pelo mesmo princípio de funcionamento das câmeras tradicionais, com o uso de um sensor de imagem, em geral do tipo CMOS.

2. Processamento da imagem

Feito por um Algoritmo de Visão Computacional que processa a imagem captada. Este processamento dá origem às tomadas de decisão de acordo com o que foi programado.

3. Comunicação com outros equipamentos industriais

Realizado por configuração em software, os protocolos de comunicação são muitas vezes configuráveis. Também é comum Sensores de Visão possuírem comunicação por I/O (digital) e comunicação em algum nível de protocolo industrial (por exemplo Modbus TCP/IP).

Como o Algoritmo de Visão Computacional é configurado por meio de programação direta (podendo ser via código aberto ou não), os Sensores de Visão possuem uma alta flexibilidade e possibilidade de personalização. Além disso, apesar de possuírem etapas bastante sofisticadas em relação aos sensores tradicionais, os Sensores de Visão ganham em capacidade de extração de dados e pelo alto grau de configuração.

Ficou com alguma dúvida? Você pode compreender melhor o tema lendo mais artigos na nossa Biblioteca de Artigos sobre Sensores de Visão.

Muito embora haja uma grande variedade de tipos de Sensores Industriais, os Sensores de Visão são, em geral, os mais sofisticados e completos deste tipo de tecnologia.

Isto se dá porque os Sensores de Visão Industriais são compostos por um tipo de sensor de imagem associado a um processador local. Este processador, por sua vez, é capaz de tomar decisões através de um algoritmo de Visão Computacional. Assim os princípios de funcionamento dos Sensores de Visão Industriais podem ser divididos nas seguintes etapas:

1. Captura de imagem

Feita pelo mesmo princípio de funcionamento das câmeras tradicionais, com o uso de um sensor de imagem, em geral do tipo CMOS.

2. Processamento da imagem

Feito por um Algoritmo de Visão Computacional que processa a imagem captada. Este processamento dá origem às tomadas de decisão de acordo com o que foi programado.

3. Comunicação com outros equipamentos industriais

Realizado por configuração em software, os protocolos de comunicação são muitas vezes configuráveis. Também é comum Sensores de Visão possuírem comunicação por I/O (digital) e comunicação em algum nível de protocolo industrial (por exemplo Modbus TCP/IP).

Como o Algoritmo de Visão Computacional é configurado por meio de programação direta (podendo ser via código aberto ou não), os Sensores de Visão possuem uma alta flexibilidade e possibilidade de personalização. Além disso, apesar de possuírem etapas bastante sofisticadas em relação aos sensores tradicionais, os Sensores de Visão ganham em capacidade de extração de dados e pelo alto grau de configuração.

Ficou com alguma dúvida? Você pode compreender melhor o tema lendo mais artigos na nossa Biblioteca de Artigos sobre Sensores de Visão.

contato@mvisia.com.br

(+55) (11) 4302-5902
(+55) (11) 98982-2399 (WhatsApp)

Villa Lobos Office Park
Avenida Queiroz Filho, 1700 – Torre C, sala 704
Vila Hamburguesa, São Paulo/SP. CEP: 05319-000

© 2022 Blog MVISIA. Todos os direitos reservados

contato@mvisia.com.br

(+55) (11) 4302-5902
(+55) (11) 989822399 (WhatsApp)



Villa Lobos Office Park
Avenida Queiroz Filho, 1700 – Torre C, sala 704
Vila Hamburguesa, São Paulo/SP. CEP: 05319-000


© 2022 Blog MVISIA. Todos os direitos reservados